Loading...
Voltar

Fator de Risco Cardiovascular - Pressão Arterial

15 Maio 2019 | Notícias

Estima-se que a prevalência de hipertensão arterial na população adulta portuguesa seja de 42,1%, estando apenas 39,0% destes doentes hipertensos medicados. Cerca de 90% dos casos de hipertensão estão relacionados com os hábitos de vida.

Quando se tem hipertensão arterial significa que o sangue está a fluir com uma pressão muito elevada no interior das artérias, levando a que estas sejam estiradas excessivamente, o que pode provocar o aparecimento de lesões. O organismo tenta reparar essas lesões, mas o tecido reparado acaba por atrair glóbulos brancos, colesterol e outras substâncias, que levam ao espessamento e perda de elasticidade da parede das artérias, formando-se, por vezes, coágulos que levam à sua oclusão e ao comprometimento da circulação sanguínea. Estas situações podem conduzir ao aparecimento da aterosclerose e outras doenças cardiovasculares, como o AVC. O aumento da pressão do sangue dentro das artérias também leva a que o coração tenha de fazer um maior esforço para bombear o sangue, causando um aumento da espessura das paredes do coração.

É importante saber que a pressão arterial tem tendência a subir com a idade. Contudo, a pressão arterial elevada no idoso não deve ser considerada normal.

Como regra, considera-se estar em presença de hipertensão arterial, quando a pressão máxima é maior ou igual a 140 mmHg e/ou a pressão mínima é maior ou igual a 90mmHg.

Faça aqui a sua marcação online.

Marcação online